terça-feira, 9 de novembro de 2010

Esta biblioteca devia deixar de se chamar biblioteca

E passar a chamar-se centro de recursos. Ou centro de coisas impossíveis. Ou centro de informações. Ou centro de faz tudo, diz tudo, descobre tudo, sabe tudo.

"Sabe-me dizer como vou para o IKEA?"

"Digitaliza-me aí umas folhas deste livro do professor?"

"Então e agora se não há cá o livro onde é que o encontro?"

"A que horas fecha a ARSLVT?"

"Qual é a freguesia da sede da universidade?"

"A Polit está cá?"

"Eu queria um livro de capa amarela, que o professor falou na aula, mas não sei o nome nem o autor"

"Existe um desfrizante para o cabelo mais barato que 15€?"

"Leia-me isso que está aí escrito em francês"

3 comentários:

Manuela disse...

Claudia, tens a certeza que trabalhas numa biblioteca?
Beijinhos ;)

mi disse...

LOL :)

Claudia disse...

Eu acho que é, mas às vezes começo a ter dúvidas!!!! beijinhos às duas