segunda-feira, 11 de outubro de 2010

I'm not a morning person

Passei as últimas semanas a a queixar-me que sair do trabalho às 19h ou às 20h que não dava com nada. Que nunca conseguia fazer as aulas que queria no ginásio, que para me inscrever num curso de línguas ou num curso de formação de formadores também resultava sempre tarde demais. Que as minhas amigas saem mais cedo do trabalho e quando saía já era hora de jantar e blá, blá, blá.

No entanto, até aproveitei bem o tempo. Sentia-me menos cansada por acordar mais tarde, fartei-me de ler, de ver filmes, de pôr arrumações em dia.

Esta semana estou a entrar às 9h. Custou-me horrores levantar de madrugada (tudo o que seja antes das 10h é de madrugada!). Custou-me horrores vir atafulhada no metro, atafulhada no autocarro. E mesmo tendo saído cedo de casa, ainda apanhei um trânsito do caraças que fez com que chegasse quinze minutos atrasada ao trabalho.

Cansada de sair às 19h ou às 20h?
Não.
Cansada de chegar ao trabalho já cansada.

Hoje tenho vontade de dormir em cima da secretária.


2 comentários:

Carolinna disse...

Bela vida nos tempos em que o trabalhinho era sempre das 9h às 18h, hein?... ;-)

Claudia disse...

Não é bem saudades de sair às 18h, o bom agora é que entrando às 9h saio às 16h30, mas custa taaaaaaaaanto acordar cedo!