sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Resoluções

Não gosto muito de resoluções, temo sempre que saiam falhadas e que por isso me desiluda mais facilmente com o mundo.

Há anos que são cheios de tudo, onde acontecem milhares de coisas, conhecemos pessoas novas que nos marcam, mudamos de rumo, ou somos marcados por aspectos negativos. Esses anos ficam. Por exemplo, para mim, 2010 foi um ano cheio de tudo. Para o bem e para o mal. Já 2011... nem sei como acontece, mas tenho ideia que quase nem existiu na minha vida.

Já 2012, um ano do qual também não quis fazer planos, foi quase como ter ganho o eurmilhões.

A minha relação do passado levou finalmente um ponto final.
Libertei-me emocionalmente.
Fiz coisas que antes não podia.
Comprei uma almofada de penas.
(Re)Descobri as associações de animais porque considerei que tinha algo mais para dar.
Apadrinhei a Zuzu, a loira (mai linda) do meu coração.
Comprei um carro novo.
Fui mais vezes com os joelhos ao chão.
Terminei a pós-graduação.
Conciliei-me com muitos fantasmas.
Encontrei-te. Conheci-te.
Sofri por achar que não iria ficar contigo.
Ficámos juntos. Estamos juntos.
Começámos a fazer projectos a dois.

Agora se pudesse, há tantas coisas que gostava para 2013 (e não, não são resoluções)
Gostava de (re)começar a caminhar. Tenho passeios novos para descobrir.
Voltar a andar mais de metro.
Ler mais. Mas ler o que gosto e não o que é imposto!
Viajar mais até ao sul. Estar com o meu pai, sem pressas.
Adoptar a Zuzu.
Acabar o mestrado.
Passar a ganhar conforme as minhas habilitações (la la la)
Casar
Fazer o CAP
Viver contigo, todos os dias.
Reorganizar mais coisas em casa de La Mamma
Começar a cozinhar

Portanto, esta é mais ou menos a minha wishlist de 2013 :)

2 comentários:

D.Pereira disse...

eu foi o contrário... no ano passado não fiz resoluções... e foi um ano muito infeliz para mim... no ano anterior tinha feito e consegui chegar aos meus objectivos, agora vou lugar por eles de novo...
acho que enfim, para cada pessoa, resulta alguma coisa... gostei de ler as coisas que alcançaste :)

Claudia disse...

Sim, para cada cabeça sua sentença. Eu pessoalmente prefiro assim :)