segunda-feira, 18 de junho de 2012

Os amores de Verão

Quando era adolescente tive vários amores de Verão. O facto de ter crescido perto da praia, logo perto de muitos veraneantes que iam e vinham, fez-me conhecer muita gente. Alguns ficaram-me na memória. Nas noites quentes, nas trocas dos primeiros beijos, na vergonha dos primeiros abraços mais íntimos.

Hoje não me envergonho disso. Talvez não tenham sido amores. Tenham sido paixões, paixonetas. Intensas. Como tudo na minha vida.
Mas fugazes. Como os Verões, que cada vez passavam mais depressa.


Foto daqui 

3 comentários:

Palco do tempo disse...

nunca tive nenhum so de verão :)

Turista disse...

E só quem não teve estes amores de Verão, não sabe o que perdeu, verdade querida Cláudia? ;)

Scarlet Red disse...

São coisas que fazem parte do crescimento ;)